3 mitos sobre lesões na corrida que você precisa saber

Avatar
By Giovana Kaupe / 8 de junho de 2019
Rate this post

Mito 1: Alongar evita lesão?

Mito 2: Musculação ajuda a não lesionar

Mito 3: Se meu treino e minha dieta estão bons, não falta mais nada

A verdade é que nada evita a lesão, mas muitas estratégias diminuem a chance de isso acontecer. Lesão é multifatorial, na maioria das vezes. É como andar de carro, você pode tomar todos os cuidados e mesmo assim se acidentar, mas é claro que suas chances aumentam de acordo com sua imprudência.

Então quando estiver em uma roda de amigos (corredores, claro) falando sobre lesão, sempre haverá o cara que faz tudo errado e mesmo assim não se machuca. Só digo que isso é…sorte! Mas é melhor contar com a ciência do que com a sorte, não é mesmo?

Então quero te explicar sobre 3 grandes mitos quando falamos em lesões na corrida:

Mito 1: Alongar evita lesão?

Alongar não evita lesão, mas manter uma mobilidade ideal é muito positivo para o corredor (você sabe como fazer isso?). Aquele alongamento simples e rápido antes da corrida não vai evitar nada, e já sabemos que pode inclusive ser ruim se você vai fazer um treino forte (de velocidade, de pista) pois ele diminui a força máxima.

Caso seu treino seja leve à moderado, provavelmente alongar antes não fará mal, e também não fará bem. No fim das contas você pode fazer se você se sentir bem fazendo, e nada mais.

Mito 2: Musculação ajuda a não se lesionar

Musculação é ótimo e pode ajudar um corredor a ser mais forte e render mais no esporte porém outras estratégias de treinamento de força podem ser melhores. Um treino tradicional de musculação utiliza muitas máquinas e a maioria dos instrutores está acostumado com objetivos de hipertrofia.

Um programa de treino com peso do corpo e carga livre (barras, anilhas, halteres e kettlebells) que desenvolva força e potência é mais indicado para corredores que tem como principal objetivo melhorar sua performance.

Mito 3: Se meu treino e minha dieta estão bons, não falta mais nada

Estes são dois dos 3 pilares para a saúde e a performance. O terceiro pilar é quase sempre negligenciado, e é o descanso. Descanso é todo o momento em que você não está treinando, ou seja, tanto o resto do dia quanto seu sono.

Seu sono tem qualidade? Não falo apenas de quantidade, mas qualidade do sono. Se você acorda com preguiça, cansado e de mau humor, talvez esteja dormindo mal mesmo que durma 6 à 8h. Higiene do sono é uma prática que pode mudar o seu treino (e sua saúde) e leva em conta não usar telas pelo menos 30min antes de dormir (celular e tv) e algumas outras práticas que induzem um bom sono. Apenas luz baixa e amarela, barulho de fogo, meditação podem te ajudar.

Quanto ao descanso ao longo do dia, ele será melhor se você for ativo e se movimentar com frequência. O fato de passarmos 6 à 10h por dia sentados é muito prejudicial ao corpo, então tente se movimentar mais e caminhar sempre que possível.

Se esse post foi útil pra você correr melhor, compartilhe nas redes sociais!

Bons treinos!

Giovana Kaupe

Click here to add a comment

Leave a comment: